6. Substantivos Concretos e Abstratos (Aula 2: Substantivo)

Substantivos Concretos e Abstratos

Quando eu estava no primário, hoje rebatizado de fundamental 1, a professora ensinou que substantivo abstrato era tudo aquilo que não se podia ver ou pegar. Deus, nuvem, fantasma, tudo isso seria substantivo abstrato. Bem se vê que ela nada entendia de gramática da língua portuguesa e este ensinamento errado me acompanhou por longos anos até que eu revi a gramática e vi meu erro.

Substantivos são nomes e sua classificação se dá por opostos que são:

· Primitivo ou derivado.

· Simples ou composto.

· Próprios ou comuns.

· Concreto ou abstrato.

· Coletivo ou não coletivo.

Assim sendo, o substantivo flor é primitivo, simples, comum e concreto; o substantivo corrida é derivado, simples, comum e abstrato, o substantivo corja é primitivo, simples, comum, concreto e coletivo; o substantivo pés-de-moleque é derivado, composto, comum e concreto; o substantivo Mariana é derivado, simples, próprio e concreto. A classificação se dá por oposições.

O substantivo abstrato é aquele que nomeia seres cuja existência depende da existência de outro ser. Para que haja o pensamento é necessário que alguém pense, portanto pensamento é um substantivo abstrato. Para que haja a corrida é necessário que alguém corra, portanto a corrida é substantivo abstrato.

São substantivos abstratos:

1. Qualidades: beleza, vício, inteligência, bondade, fé.

2. Ações: corrida, assassinato, encontro, colheita.

3. Estados: vida, sonho, clareza, ilusão.

4. Sentimentos: vergonha, amor, culpa, satisfação.

5. Sensações: fome, calor, aspereza, incômodo.

Os substantivos concretos são todos aqueles que não são abstratos. São definidos como aqueles que nomeiam seres de existência independente, sejam imaginários ou reais.

São substantivos concretos:

1. Lugares: Brasil, Itália, São Paulo, Júpiter.

2. Objetos: Isqueiro, panela, computador, fogão.

3. Instituições: parlamento, conclave, dinheiro, universidade.

4. Fenômenos: Noite, chuva, ventania, temporal.

5. Concepções: número, algarismo, quadrado, linha, tempo.

6. Entidades: Deus, diabo, duende, fada.

7. Pessoas: Marcelo, Luiz, Eliana, Mariana, Cunha, Carvalho, professor, juíza.

8. Vegetais: capim, árvore, planta, margarida.

9. Animais: bode, cavalo, mosquito, pavão.

10. Minerais: chumbo, água, oxigênio, tungstênio.

O mesmo substantivo pode ser concreto ou abstrato dependendo de seu uso. Em: “A pintura de Leonardo Da Vinci é maravilhosa” está sendo referida a ação de pintar e pintura é substantivo abstrato. Nesta outra frase: “A Santa Ceia é uma pintura de Leonardo Da Vinci”, pintura se refere ao quadro que existe, portanto é concreto.

Todo substantivo abstrato de qualidade no plural torna-se concreto:

a riqueza (abstrato) – as riquezas (concreto)

o vício (abstrato) – os vícios (concreto)

a inteligência (abstrato) – as inteligências (concreto)

Estes pequenos detalhes que parecem sem importância para os falantes de português devem ser entendidos e assimilados por todos aqueles que deseja prestar concurso público ou vestibulares e por todos os amantes de nossa língua.

Postado por Marcelo Marinho

52 thoughts on “6. Substantivos Concretos e Abstratos (Aula 2: Substantivo)

  1. Mt mais mt bom

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Current day month ye@r *